Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Março 20 2010
Ser pai é ser a ponta da raiz,
A que perfura a terra e a engravida,
Levando o sémen ao útero aprendiz
Que da mera semente gera a vida!
 
É obra que só vinga, partilhada,
Em casto amor-natura, soberano,
Pois é mister que a terra seja amada
Para que dela brote o fruto humano!
 
Pai é força motriz, causa e efeito
Da energia que impulsiona, geradora,
O milagre divino da existência...
 
Pra conceder à Mãe a excelência
De na pura matriz procriadora
Gerar o fruto-amor, o filho eleito!
***
Lisboa/Portugal
19/Março/2010
 
***
http://carmovasconcelos.spaces.live.com
publicado por appoetas às 03:12

Março 20 2010

Pai!

Faz tanto tempo...

 

Faz tanto tempo...
que não sinto o teu abraço
não ouço a tua voz
não me deito em teu regaço

Faz tanto tempo...
que não sinto teu olhar
repreensivo atento...
às minhas culpas fugazes

 

Faz tanto tempo...
que não estamos à mesa
e um lindo bolo enfeitado
e nem aquela vela acesa
adornou nosso jantar

Faz tanto tempo...

 

lembras? - ao Domingo à tarde
o passeio, no parque da Penha(*)
eu e tu na roda gigante...
um gigante num coração de menino
dando voltas ao destino
como a roda a girar...

Faz tanto tempo...

 

quando em país tropical
e no passeio matinal
ia-mos rumo à praia
e tu eras o meu mestre
minhas primeiras braçadas
me quiseste ensinar

Faz tanto tempo...


que não contamos os teus anos
a idade parou no tempo
e a tua imagem guardamos
serena e jovial.

Faz tanto tempo...

 

que este dia de nossa vida
deixou de ser festivo
com saudades...
a tristeza disfarço
neste dia catorze de Março
em que vieste ao Mundo despido

 

Faz tanto tempo que partiste
a saudade persiste
ficou só a lembrança
de uns tempos de criança
em que tudo era completo
Pai...Mãe...filhos...
e muita Esperança.

 

 

Cecília Rodrigues
Portugal
14/03/06


(*)Parque de diversões no Santuário da Penha-RJ

 

 

publicado por Cecilia Rodrigues às 00:41
editado por mariaivonevairinho às 02:59

Março 19 2010
PAI
 
Estava azul o firmamento
A flores o ar rescendia
Não senti passar o tempo
Nesta paz que me envolvia.
 
Recebi um beijo teu
Foi-me trazido p’lo vento
Sorriste só um momento
E o mármore frio aqueceu.
 
Da minha vida o rosário
As contas fui desfiando
Derrotas, pequenas glórias
Uma a uma fui contando.
 
Sem dor e sem amargura
Só com saudade-ternura
Por não te ter a meu lado
Não teres acompanhado
 
A vida que em mim nasceu
Uma rosa pequenina
Dos meus olhos a menina
Como fui dos olhos teus.
 
Uma saudade-pungente
Quando só no meio da gente
Precisava dos teus braços
Para aliviar o cansaço
 
De contra a maré remar
Lutar e não me afundar
Não dar ouvidos à dor
Vencer cada Bojador.
 
Sem tábua de salvação
Sem barco, usei as mãos
Nadei, nadei sem parar
Até meu porto alcançar
Na terra onde nasci
Meu tronco, minha raiz.
 
Assim foi que me ensinaste
Mas quando exausta fiquei
Ontem, hoje, perguntei:
“Pai, por que me abandonaste?”
 
MARIA IVONE VAIRINHO
publicado por mariaivonevairinho às 21:00

Março 19 2010

 

(poema para o Dia do Pai)

 

 

Olhando aquele frágil corpo agora
Sentado sem poder já dar um passo,
Eu fico a meditar como ele outrora
Soltava um vozeirão que enchia o espaço,

 

 

Quando nos reprimia sem demora
Ao ver que nós pisávamos o traço...
Ou dava o bofetão na mesma hora
Mais rápido que noutras, o abraço.

 

 

Os quatro lhe sentimos a dureza;
- Padrão de tanta gente na certeza
De aos filhos dar a boa educação.

 

 

Lúcido. E já vão noventa e quatro!
Hoje olho-o com amor e idolatro
Ao ver que deu bom fruto a intenção.

 

 

Joaquim Sustelo


 

publicado por tardesdeoutono às 20:10
editado por mariaivonevairinho às 20:13

Março 19 2010

Hoje é dia do pai!
O meu pensamento voou
Através do tempo,
Que a lembrança não apagou.
Encontrei-o na minha mocidade,
Via-o, beijar-me com o seu olhar,
E fiquei a recordar.
Recordei os tempos de menina
   

O meu pai na oficina
Aquele ferro a malhar.
Depois já uma mulherzinha...
Eu vi-o, a despedir-se de mim,
Foi para um lugar...
De onde não poderia voltar!
Hoje é dia do pai,
E eu imagino-o do Céu
Para mim a olhar...
É então que eu digo baixinho,
Com muito carinho
Meu querido pai,
A tua lembrança
Sempre irei recordar!

19- 3- 2007-

Albina Dias

publicado por appoetas às 20:08

Março 19 2010

 

FELIZ DIA DOS PAIS A TODOS OS AMIGOS
 
 
A Primavera da minha infância
És tu meu grande e único amor
Alegre, cuidavas desta criança
Enchendo os dias frios de calor
 
De mão dada minuías a distância
Com beijos mitigavas a ânsia
Dos desamores foste domador
Matando-me os medos com ardor
 
Pai! Meu único amor, meu querido
Que saudades sinto do teu regaço
Em noites de trovoada o forte abraço
 
 Na tua voz encontrava a calma
Ah! Como te sinto em minh’alma!...
Na lembrança! O nosso amor vivido…
 
SUSANA CUSTÓDIO
Portugal - Sintra, 19 de Março de 2010
publicado por appoetas às 20:02

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

blogs SAPO